Libération e Sargadelos

“Quantas manhãs abrim o Libé e voltei a fechá-lo quase de imediato, em cólera, jurando-me que esta vez lhes escreveria essa carta que tenho no tinteiro desde há anos. Uma verdadeira carta de ruptura, um amo-te, eu tampouco, seco e definitivo. Mas afinal nunca a escrevia, aquela carta, reconfortado de o topar de novo, o Libé, ao dia seguinte, à hora do primeiro café”.

Talvez chegou a hora de escrever essa carta depois da saída de Serge July, director histórico do jornal de esquerda, afastado do cargo desde o dia 13 de Junho polo accionista maioritário Édouard de Rothschild. Ao destituir o ex-maoísta que há 33 anos dirige o Libération, o banqueiro quixo mostrar que é ele quem manda agora no jornal – fundado em 1973 polo próprio July e o filósofo Jean-Paul Sartre – que revolucionou o panorama mediático francês ao rimar irreverência com inteligência.

Brilhante, polémico e contraditório, July marcou sempre a personalidade do jornal e justificou a sua deriva da extrema esquerda a posições social-democratas, conservando sempre um espírito libertário: “A nossa pobreza é a medida da nossa independência”, afirmava o primeiro editorial do Libé a 22 de Maio de 1973. “A independência é fácil: a cousa deve funcionar, devemos ganhar dinheiro”, era a opiniom do director a 18 de Junho de 1996. A lógica do mercado e a abertura ao capital, fervorosamente defendida por July (entre 1983 e 1996, o 80% do capital da empresa editora passou dos trabalhadores a investidores exteriores) foi o que lhe custou a cabeça.

P.S.: Ao contrário de July, Diaz Pardo soubo entender o perigo e tentou combatê-lo. Mas a fortuna nom sorriu ao audaz.

One Comment

  1. Posted Julho 8, 2006 at 11:26 pm | Permalink

    Xa non respetamos aos maiores e lembroume dúas cousas:
    1. Este ano aprendo francés.
    2. Isto e van ser tres cousas, o Serge Gainsbourg que tanto lles gusta (moi non plus).

    A verdade é que é vergoñento, pero eu penso que esas cousas páganse tamén en vida.


Publicar um Comentário

Required fields are marked *

*
*

%d bloggers like this: