Category Archives: bizarro

“Muy nuestro”

A primeira vez que fum a Sevilha, os meus anfitriões levaram-me a um pub de ambiente étnico no bairro de Triana, onde as paredes estavam decoradas com imagens da virgem Macarena e os clientes começavam as suas manobras de engate bailando María del Monte. Nada diferente do Avante ou o Tarasca, se o pensamos bem. […]

Automóveis procazes

Um dos factos marcantes da minha infância oitenteira era ver chegar, todos os verãos, os meus parentes emigrados na Alemanha num flamante Opel Ascona. Nos actuais tempos de Astras e Merivas, som os japoneses os encarregados de nos deleitar com a sua automoçom procaz. Começárom polo Mitsubishi Pajero (na Espanha rebaptizado, por motivos óbvios, como […]

Podemos poner esto

Gràcies Núria. Me moló.

É um pássaro? É um aviom?

Nom, é Krrish, o primeiro super-herói do terceiro mundo: Ainda que pola queixada prominente poderia passar por um primo indiano de Artur Mas, Krrish é um super-herói de Bollywood que tem todas as hipóteses de se converter num novo ídolo de massas. Nom só combate malvados e salva o mundo, como é habitual na sua […]

Parabéns, Tóbi!

Um grupo de deputados do partido português PSD (oposiçom, direita) quer criar o Dia Nacional do Cão, porque afinal é o melhor amigo do homem. Os promoventes acham que a data deve ser próxima à do Dia Mundial das Crianças (1 de Junho) o que pode obedecer ao facto de que, ao crescer, o homem […]

Spock Lehendakari

Via Carabassa.

Fagamos croquetas coa mómia de Voltaire

Humor negro na rue Saint Jacques de Paris, a poucos metros do Panthéon onde repousam alguns dos mais ilustres fiambres da República.

Sinceridade

A foto é de Xavier Vernetta e está feita em Canaletes, Barcelona.

Galician bizarro

Aproveitei a manhã do sábado para mudar a planilha deste blog e customizá-lo (melhor seria dizer tuneá-lo) com uma cabeceira kitsch. Como demonstrou o meu amigo Suso num trabalho académico, os postais de galegos – com as suas raparigas garridas e as suas panelas de mariscos – som o mais parecido que temos a uma […]

Que comam pasteis!

O outro dia falava d'O código Da Vinci, mas a estreia cinematográfica que me produz mais curiosidade é Marie-Antoinette, da Sofia Coppola. Eis o tráiler francês: A extrema frivolidade da raínha de França, que tam brilhantemente denunciara Marat naqueles convulsos anos, aparece aqui revestida de certo glamour punk, com anacrónica banda sonora dos anos 80 […]

Vinci rabincha

Num dos mais hilariantes diálogos do filme Deconstructing Harry (1997), de Woody Allen, o Diabo explica: "Sim, temos ar-condicionado no inferno. É que fode a camada de ozónio! Entre o ar-condicionado e o Papa, eu ainda prefiro o ar-condicionado…". A mim passa-me qualquer cousa semelhante com O código Da Vinci. Se é necessário escolher entre […]

Klimt

Todo o mundo o ama. E eu detesto o seu nome impronunciável, as suas mulheres mórbidas, os seus dourados foleiros e essas figuras que fazem apologia dos maus hábitos posturais. É que nom o podo ver nem em pintura. E a minha companheira de trabalho tem-no no seu escritório. Aaaargh!

Sinofobia

O not-made-in-China vendia hoje na feira de Padrom (foto de telemóvel).

Conceitos da Rua Sésamo

  Existem dicionários descritivos (como o da Universidade de Oxford para a língua inglesa) e dicionários prescritivos (como o da Real Academia Espanhola para a língua espanhola). Nos dicionários descritivos podemos encontrar todo o tipo de unidades lexicais: neologismos, estrangeirismos e também palavras mal-soantes, com independência dos referentes que designem e da ideologia – racista, […]

Cuidado com Arancha

Cartaz visto em Barcelona. Gràcies, Oriol!